arquivo > Maio de 2018

Pequenas pegadas digitais a mais

coisas pequenas, técnica mista. Júlio Roldão 2018

Esta escrita clara é uma das meninas dos meus olhos, embora nem sempre a trate com a assiduidade com que trato a casa onde moro na grande cidade feicebuquiana. Está, esta escrita, ao nível da minha correspondência pública privada, enviada a partir da ruadobonjardim.pt, onde também moro, e ao nível do sítio do roldeck.pt, outro espaço onde tuíto mais no que no lugar onde, em rigor, tuitamos, mais ainda do que noutras redes a que aderi mas cujo nome nem sei escrever. A minha vida real ainda não se confunde com a virtual, mas para que isto nunca venha a acontecer é preciso limpar todas as pegadas digitais que estejam a mais.